Despedimo-nos hoje da Designer Maria Madalena Álvares Cabral de Figueiredo.

A cerimónia fúnebre terá lugar amanhã dia 23 de Novembro, pelas 13h00, na Igreja de S. João de Brito (Alvalade), onde seguirá posteriormente para o Cemitério Inglês, na Estrela.

Com 68 anos, deixa-nos uma das primeiras Designers em Portugal, um nome que seguramente  deverá ser por nós lembrado com muito carinho, por tudo o que fez pelos Designers e pelo Design Português. Alegre e determinada, dedicou a sua vida pessoal e profissional ao serviço da afirmação e da dignificação desta profissão em Portugal, sendo ainda uma pioneira na divulgação do Design Português nos mercados internacionais.

Breves notas sobre o seu percurso:

Nasceu em Lisboa a 30 de Março de 1944.

Frequentou o Curso de Formação Artística da Sociedade Nacional de Belas Artes de Lisboa, onde foi aluna de Sá Nogueira, Fernando Conduto, Manuel Tainha, Daciano da Costa, Sena da Silva e José Augusto França.

Foi Diplomada em Design pela Scuola Politecnica di Design Novara, Itália, com Bolsa da Fundação Calouste Gulbenkian.

De volta a Portugal, fez estágio com Daciano Costa na fábrica de calçado Hélio e trabalhou em Design de equipamento com o arquiteto Manuel Tainha e o Arq. Sena da Silva.

Foi sócia da Praxis, onde para além de ter participado em vários cargos estatutários e de gestão, foi a responsável pelo departamento de Projetos Tridimensionais com Sena da Silva, tendo participado em projetos de exposições como: O homem e o trabalho, 2ª Exposição de Design Português, Design & Circunstância, Aeronáutica Civil, entre outros e projetos de standes para Feiras nacionais e internacionais. Na Praxis conheceu o Designer Robin Fior de quem foi mulher e companheira até à sua morte em Outubro de 2012 e de quem teve uma filha, Rita.

Pertenceu à Direcção-Geral do Turismo onde trabalhou em design Gráfico.

Foi sócia fundadora da Associação Portuguesa de Designers em 1976, com o nº 9, onde sempre pertenceu aos corpos gerentes durante quase 34 anos. Muito ativa e militante, participou em diversas publicações e especialmente na organização de exposições de Design, onde destacamos “Design & Circunstância” em 1982.

Colaborou no ICEP – Portugal (Investimento, Comércio e Turismo Português), deixando em 2008 o atual AICEP – Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal.

Curadora das exposições de Design nacionais e internacionaism onde se podem destacar, entre outras, as seguintes: (1991) Bruxelas (por ocasião da Europália); (1992) Paris, Amsterdão, Londres, Copenhaga (exposição itinerante); (1993) Washington; (1995) Barcelona, “El Disseny Português en Moviment”; (1997) “Design aus Portugal eine Anthologie no Museum für Kunsthandwerk em Frankfurt”, Coordenadora e Comissária com Volker Fischer; (1997 – 1999) Primavera do Design em Barcelona: “Objetos convenientes – diseño portuguès actual”, Coordenadora e Comissária e “Experimentables o experimentales?”, Coordenadora e Comissária; (2001) Alemanha – “Sinne+5 design aus Portugal” (Coordenadora).

Foi indigitada, em 1989, pela APD e IPQ para representar aquelas entidades na Exposição Mundial de Design de Nagoya.

Foi ainda responsável pela organização de vários seminários, entre eles, em 1988, o 1º realizado em Portugal sobre Design Management com Peter Gorb.

Foi também consultora do Programa Contacto para a área do Design 2000-2002.

Grande impulsionadora do Concurso Jovem Designer, concurso que concebeu, desenvolveu e coordenou através do ICEP, que teve lugar 16 vezes, entre 1986 e 2002 . Tendo sido curadora das exposições de Design Português resultantes deste concurso em Portugal e no estrangeiro, levou assim o Design Português a vários mercados como o Inglês, o Dinamarquês, o EUA, o Italiano, o Alemão, o Japonês, o Sueco, o Espanhol, e o Finlandês. Todo os anos havia um Designer convidado, representante do mercado envolvido, que lançava a temática para o concurso.

Este concurso Jovem Designer tinha como grande objectivo promover o Design e os Jovens Estudantes de Design das Escolas Superiores de Design. Constituiu-se como importante referência na articulação entre formação, mercado de trabalho e exposição, disseminando a prática de novos atores no panorama nacional do design, ajudando assim o início de carreira de muitos Designers Portugueses.

Este concurso foi ainda pioneiro na defesa dos direitos de Autor dos Designers, trabalhando juntamente com a APD e a SPA um protocolo que garantia os Direitos dos Designers.

Dia 29 de setembro de 2012 morreu, em Lisboa, o designer Robin Fior, um pensador livre e culto, que em muito contribuiu para dignificar a profissão e a arte que exerceu durante mais de meia década. Nascido em Londres, tinha 77 anos de idade, e vivia por paixão em Portugal desde 1972.

Reunimos aqui palavras de colegas, do designer Gonçalo Falcão, e de Maria João Bom que está a concluir uma tese de doutoramento sobre a obra de Robin Fior. Os seus depoimentos revelam-nos uma personalidade inesquecível e inspiradora.

O primeiro aspecto que encantava no Robin era a sua capacidade de descobrir os ângulos inusitados das coisas e de construir relações – aparentemente caóticas – mas que, de alguma maneira, se encaixavam num tetris abstracto muito interessante. Fora num português inglesificado, e com um brilho especial que nos prendia a decifrar o seu pensamento e turbilhão de ideias com que se exprimia. Tinha sempre inúmeras ideias interessantes ainda que fechadas numa oratória sinuosa, que reclamavam atenção pelo interesse do que dizia. Era um designer de comunicação na verdadeira acepção da palavra, usando a arte da comunicação como forma de acção social. Ironicamente, no seu trabalho como designer, a síntese, a concisão e a simplicidade da palavra escrita era um dos elementos mais marcantes.

Atento, informado e independente construiu a sua visão de uma sociedade mais justa e equilibrada e usou o design de comunicação para aquilo que ele melhor representa: uma ferramenta de acção social. Ainda em Inglaterra trabalhou para várias causas – como o desarmamento nuclear (CND) e o apoio ao Comité dos 100 -  onde emergiu o seu gosto por explorar as qualidades sintáticas e semânticas da palavra escrita. Além do trabalho como designer foi um dos agitadores de uma consciência profissional, tendo subscrito o primeiro “first things first manifesto”, um texto marcante por, pela primeira vez, intimar os designers a construírem uma consciência ética e deontológica, recusando o papel passivo, intermediário, na construção da comunicação. Sem ter tido uma formação académica em design (estudou Literatura Inglesa em Oxford) praticou-o fluente e informadamente. Fruto desse exercício sempre questionante acabou por se doutorar em design em 2005, na Universidade de Reading, com uma tese sobre o designer português Sebastião Rodrigues.

Em 1973, em Portugal, a palavra “design” era conhecida por um grupo muito restrito de pessoas, não havendo qualquer tipo de ensino nesta área. A cooperativa PRAXIS, em Lisboa, sentiu a necessidade de complementar a sua educação, tendo procurado em Inglaterra alguém que pudesse vir até cá iniciar a formação em design. Robin Fior foi o escolhido, tendo acabado por escolher Portugal para residir. A revolução de 25 de Abril de 1974 abriu a possibilidade das ideias se transformarem em realidades e, como já tinha acontecido em Inglaterra, trabalhou para diversos movimentos políticos como o MES (Movimento de Esquerda Socialista) e o CIDAC (Centro de Informação para o Desenvolvimento Anti-Colonial), para os quais produziu projectos que transcendiam as fronteiras do instituído, distanciando-se do cânone soviético, marcando a comunicação da esquerda portuguesa. Em 1976, foi um dos sócios fundadores da Associação Portuguesa de Designers, a primeira tentativa de criar um corpo representativo da profissão em Portugal. Integrou desde cedo o Ar.Co. onde leccionou design, e o seu discurso eclético, sustentado e carregado de subtilezas, fez da identidade visual desta escola uma referência no contexto nacional.

Robin Fior era um ser invulgar, aéreo, teimoso e surpreendente que marcou discretamente o design português. Inesquecível deste o primeiro contacto, era uma personagem única. Pouco dado a cedências e compromissos foi, por isso mesmo, uma figura pouco consensual e provocadora, nem sempre capaz de se expressar da melhor maneira, com um gosto ácido pela inconveniência e pela provocação. Era uma mente livre e brilhante que emergia numa forma de olhar radiosa, alegre… quase trocista. Conhecer melhor o seu trabalho e a forma como era feito prepara-nos para reconhecer o papel social do design de comunicação.

Neste momento difícil para todos os Designers que foram de alguma forma tocados pelo Designer Robin Fior, a Associação Portuguesa de Designers despede-se assim do seu sócio fundador, com o número 8, e apresenta a suas condolências aos seus amigos e em especial à Madalena e à Rita.

Cerimónia fúnebre:
quarta feira, dia 3 de Outubro de 2012
Local: Cemitério Inglês (ao pé do jardim da Estrela)
Velório a partir das 12h,  cerimónia e funeral às 17h.

(Foto retirada de: http://blogoperatorio.blogspot.pt/)

A 2ª Edição do 24hr Inclusive Design Challenge em Portugal, decorrerá nos dias 21, 22 e 23 de junho de 2012 em Lisboa.
O Workshop Inclusive Design Challenge é um modelo que Julia Cassim tem vindo a fomentar um pouco por todo o mundo e que foi realizado a primeira vez em Portugal em Vila Nova de Gaia em Junho de 2011 pela mesma organização, Helen Hamlyn Centre for Design. Este evento é organizado pelo “Design Includes YOU”, o British Council Portugal e a Câmara Municipal de Lisboa (Departamento de Planeamento de Mobilidade e Transportes).
O Workshop irá ter a orientação da Professora Julia Cassim (Visiting Senior Research Fellow do Helen Hamlyn Centre for Design do Royal College of Art) que irá coordenar o trabalho de cerca de cinquenta participantes.

 

Mais informações e inscrições

12 Mai 2012 – 9:30 – 17:30
Aud. 3 da Fundação Calouste Gulbenkian

Mais informações em: http://www.proximofuturo.gulbenkian.pt/observatorio/o-lugar-do-design-e-da-moda-no-norte-de-africa

Conferência Design Urbano
As Parcerias na Inovação Industrial
9 de maio de 2012 | Cine-Teatro de Estarreja | 9h – 12h30

Uma autarquia portuguesa do centro do país, com desafios de ecoeficiência, um arquiteto em busca da solução sustentável, um dos principais grupos industriais em equipamento urbano, pavimentos e revestimentos e uma empresa nacional especializada em luminotécnica, apresentam casos de sucesso de parcerias empresariais.

Uma colaboração da Câmara Municipal de Estarreja, do Grupo Amop Synergies e da Spectrolux, para um desafio à mudança do valor da nossa economia.

A Conferência e Workshop “Design Urbano | As Parcerias na Inovação Industrial” trata-se do primeiro evento de design industrial em Portugal, totalmente focado nos novos conceitos de sinergias criativas, fundamental para uma indústria de criação intensiva nacional.

Esta iniciativa, pioneira, terá lugar no Cine-Teatro de Estarreja, no dia 9 de maio, entre as 9h e as 12h30.

Contaremos com a presença do Designer Daniel Caramelo (Studio Linha Branca), que comunicará a sua experiência nacional e internacional no design, permitindo um contacto direto com um profissional reconhecido, a partilha da sua visão e processo na criação de valor.

O Grupo Amop Synergies, enquanto entidade organizadora, vai reunir um conjunto de oradores especializados, que irão apresentar casos de parcerias de sucesso nacionais, partilhar algum do know-how Amop, determinante para a exequibilidade técnica e económica dos projetos, revelando alguns dos “Segredos de Processo Industrial”.

O programa do evento será destinado a profissionais, professores e estudantes nas áreas de Design, Arquitectura, Paisagismo e Engenharia. Alguns dos temas em debate serão: as novas tendências no mercado do equipamento urbano, estratégias, modelos de negócio, soluções empresariais e os respectivos casos de sucesso já implementados no mercado Internacional, como por exemplo: Linha LugarComum (Obra Florença), Linha Ar Puro (Baía de Luanda).

A Investigação & Desenvolvimento no Grupo Amop é o fator-chave industrial de performance e valor das marcas. A estratégia da Amop incorpora uma gestão articulada entre a I&D externa, com os técnicos e criativos, de empresas, instituições e universidades e a I&D interna, com os quadros e recursos da própria organização.

Inovação em Mobiliário Urbano Fotocatalítico

O conceito “Urban Pollution Reducer” concretiza-se na oferta de equipamento urbano modelado num betão fotocatalítico, capaz de num processo semelhante ao da fotossíntese, diminuir ativamente a poluição atmosférica, aumentando a qualidade de vida urbana. O equipamento urbano fotocatalitíco permite um aceleramento do processo natural de fotocatálise, desencadeando quando sob a luz solar, uma reação química de oxidação dos componentes orgânicos e inorgânicos poluentes, evitando a sua acumulação na atmosfera.

Inovação em Mobiliário Urbano com Iluminação

O conceito “Night & White” concretiza-se na oferta de equipamento urbano com iluminação incorporada, proporcionando efeitos cénicos e escultóricos da luz, permitindo a redescoberta dos elementos presentes no céu noturno, inexistente na habitual solução aérea, desfrutando desta forma de momentos inesquecíveis. Uma solução económica e de poupança energética futura! Na génese deste conceito de design diurno noturno, encontra-se a nova “Linha Plano”, da autoria do arquiteto Paulo Reis, tendo por base projectos do Município de Estarreja

Este evento promete ser um acontecimento de referência a nível nacional, onde será fomentada a troca de experiências, interação e a partilha de expectativas, com testemunhos dos mais variados sectores de atividade. Tendo por base que a realidade atual está a mudar a forma como as pessoas e empresas comunicam, é importante destacar que existem organizações que conseguem tirar partido das novas ferramentas e parcerias criativas e com isso criar valor adicional para as organizações e seus respectivos públicos.

Mais informações poderão ser encontradas em:
http://www.grupoamop.com | http://www.facebook.com/grupoamop

Artec 22

Mais informações em: http://www.dtag.estt.ipt.pt/artec/

Mais info em: http://www.esg.pt/

 

Mais info em: http://baco.estgp.pt/

 

Mais informações em http://www.esg.pt/

Os sócios da APD têm 10% de desconto na aquisição de bilhetes para o evento UX LX 2012.

Por favor enviem-nos e-mail com o vosso nome e número de sócio para receber o código de desconto.

UXLx traz a Lisboa os Maiores Especialistas Mundiais em Design e Tecnologia

Realiza-se nos próximos dias 16 a 18 de Maio, no Centro de Reuniões da FIL, a 3ª edição da UXLx: User Experience Lisbon (http://www.ux-lx.com) que já é considerada a maior conferência europeia sobre Design aplicado à Tecnologia. Nestes dias, 500 participantes vindos de todo o mundo, irão debater o impacto do bom design na facilidade de utilização de produtos de base tecnológica.
Mais de 20 especialistas mundiais de renome estarão presentes, como:
  • Bill Buxton, um dos pioneiros da interacção com ecrãs multi-toque que começou a trabalhar nesta área no final dos anos 70 e que é hoje um dos principais investigadores da Microsoft
  • Jesse James Garrett, que criou o novo paradigma de interacção com páginas web chamado AjaX
  • Peter Morville, um dos pioneiros da Arquitectura da Informação
  • Ginny Redish, pioneira da Usabilidade e da escrita de conteúdos para a web
  • Debra Gelman, especialista na interacção das crianças com a tecnologia
  • Derek Featherstone, especialista no acesso à tecnologia por cidadãos com necessidades especiais

Mais informações sobre o evento em http://www.ux-lx.com/

A APD – ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA DE DESIGNERS JUNTAMENTE COM A ASSOCIAÇÃO FACE TO FACE ESTÁ A ORGANIZAR A FACE TO FACE: 11ª CONFERÊNCIA INTERNACIONAL DE DESIGN: PORTUGAL ENCONTRA ALEMANHA.

A conferência Face to Face é uma conferência de design que une de forma constante clientes e profissionais de design no mesmo palco, desde 2001. Juntos apresentam os processos e métodos de trabalho a uma vasta audiência mundial, apresentando projectos de design, arquitectura e empreendedorismo. Todos os anos existe um país diferente como parceiro e este ano é a vez de Portugal. Este evento apresenta-se da maior pertinência dada a importância da divulgação de projectos nacionais
que se impõe nos dias de hoje.

Este importante evento que junta especialistas em design e os seus clientes da indústria, serviços e comércio, terá lugar nos dias 25 e 26 de Novembro em Ludwigsburg (perto de Estugarda) Alemanha – cidade do cinema, media e design.

A conferência dirige-se a profissionais que iniciam e gerem processos de design. Com o mote “In dialogue we trust”, empresários e designers discutem projectos de design e pretendem estimular a economia.

Desde 2001, mais de 500 oradores de mais de 10 países já apresentaram os seus projectos neste evento.

Pretende-se que, em cerca de 20 minutos, o designer e o cliente apresentem o projecto desenvolvido numa das áreas do design (da concepção à sua realização).

Detalhes e programa

 

Designers, levantem-se. O Polo do Design de Mobiliário de Paredes está a promover o lançamento de residências e concursos nas áreas do Design e Escultura para estudantes e artistas nacionais e estrangeiros, com candidaturas a começar já e apenas até ao final de Janeiro de 2012.

O Polo do Design de Mobiliário de Paredes é um projeto promovido pelo Município de Paredes com o objetivo de potenciar um desenvolvimento sustentável da região e da sua indústria através do design e da criatividade, em parceria com as Universidades de Aveiro, Porto, ESAD e Católica.

Os 3 concursos são:

  • Art on Chairs International Design Competition - Concurso para o desenvolvimento de soluções inovadoras destinadas à produção industrial e artesanal de cadeiras em madeira
  • More Design, More Industry – Residências remuneradas de 8 meses em empresas da Indústria do Mobiliário, em Paredes.
  • Circuito de Arte Pública - Concurso para obras de arte urbana destinado a artistas de qualquer nacionalidade.

Mais informações em: http://www.paredesdesignmobiliario.com

As saias da Maria

Uma exposição patente no espaço QUADRA, em Matosinhos, que propõe uma digressão pelo universo criativo de Maria Gambina, à volta de uma peça de eleição, a saia.
12 Nov 2011 – 21 Jan 2012.

http://www.esad.pt/pt/eventos/as-saias-da-maria

 

Com este curso introdutório pretende-se contribuir para o entendimento da História do Design no sentido activo de uma disciplina que integra a cultura material e artística, reflectindo sobre as origens do Design em Portugal nas primeiras décadas do século XX.

Mais informação em http://www.worldlegend.pt/galeria.php?categ=8&id=53&sub=38

Coleção Dê

www.mude.pt

R.S.F.F. até ao dia 24 de Novembro
Rua do Sitio ao Casalinho da Ajuda | 1349-011 Lisboa | fundacaoliga@fundacaoliga.pt | www.fundacaoliga.pt

 

R2 distinguidos pela ISTD


A R2 Design, constituída por Lizá Defossez Ramalho e Artur Rebelo, foi recentemente distinguida pela International Society of Typographic Design (ISTD) com mais um prémio internacional. Em destaque esteve o projecto desenvolvido para a Casa do Conto “arts & residence”, no Porto.

A ISTD, organização que desempenha um papel essencial para a crescente importância da tipografia a nível internacional, atribuiu à dupla de designers o galardão “Premier”, descrevendo o projecto pela excelência da abordagem conceptual e forma como as composições tipográficas se apresentam no espaço.

Também este ano, Lizá Ramalho e Artur Rebelo receberam mais três importantes galardões, como o prémio de ouro dos European Design Awards 2011 e o Red Dot na variante de design de comunicação. Por último, a Society of Environmental Graphic Design (SEGD), que atribuiu o prémio de mérito, considerou o projecto de design notável, pela integração do trabalho gráfico na arquitectura, bem como pela sensibilidade, compreensão e criatividade como a R2 reinterpretou o espírito cultural do edifício histórico do século XIX.

Depois da Casa do Conto ter incendiado em 2009, a R2 propôs que vários autores ligados à escrita sobre a cidade e a sua arquitectura fossem convidados a produzir conteúdos textuais que, hoje, se encontram gravados nos tectos da casa. A possível reinterpretação figurativa pré-existente deu lugar ao projecto imaginado e criado graficamente pela dupla de designers, resultando em composições tipográficas, cofradas e recortadas em baixo relevo.

Em 1995 Lizá Defossez Ramalho e Artur Rebelo co-fundaram a R2, um estúdio sediado no Porto e especializado em design de comunicação visual. Trabalham para diversas organizações culturais, artistas e arquitectos. Ganharam numerosos prémios internacionais, participaram num vasto número de exposições e foram já publicados em inúmeros livros da especialidade e em revistas de design por todo o mundo. Actualmente são professores do curso de Design e Multimédia, da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra. São membros da Alliance Graphique Internationale desde 2007 e em 2010 foram responsáveis pela organização do evento AGI Open Porto 2010, na Casa da Música.

www.r2design.pt

Jorge dos Reis na UA

http://www.design-ua.org/

Eurobest 2011

Para mais informações consulta o site www.eurobest.com

DESIGNA 2011

http://designa.ubi.pt

ECOBUILD 2012

Desde o seu lançamento em 2005, a Ecobuild tem praticamente duplicado de tamanho a cada ano que passa, transformando-se no maior evento do mundo ligado ao design e construção sustentáveis e ao ambiente construído e o maior evento do sector da construção no Reino Unido. Esta é uma excelente oportunidade para todos aqueles que trabalham no sectores da construção e design sustentável apresentarem as suas soluções numa feira com grande prestigio e visibilidade internacional.

veja a apresentação aqui

A LARUS está a desenvolver e a produzir os equipamentos urbanos que irão mobilar a baía de Luanda, em Angola, nomeadamente as papeleiras das linhas Urbus e Sac, os dissuasores da linha Cais e os estacionamentos contínuos.

Recentemente, a empresa portuguesa de mobiliário urbano lançou no mercado angolano a nova linha Embondeiro, muito aplaudida por prescritores. Esta gama de equipamentos, cuja designação se deve ao facto de a árvore referência da paisagem angolana – o embondeiro – ter servido de inspiração ao projeto, contempla bancos de jardim, papeleiras e dissuasores em materiais como o ferro fundido, a madeira, o aço metalizado galvanizado e inox.

Apesar de a LARUS ter entrado recentemente em Angola, a sua ação em investigação em Design é já reconhecida naquele país, o que levou a Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Metodista de Angola a integrar a Larus como membro do júri da primeira edição do concurso “A mobília da cidade”.

Com o objetivo de se afirmar no domínio do Paisagismo, no mercado angolano, a Larus irá participar, pela primeira vez, na feira “Projekta by Constrói Angola 2011” (27 a 30 de Outubro), o maior evento orientado para o sector da Construção e Materiais de Construção, em parceria com as empresas Indal (iluminação profissional e técnica), VBT (arquitetura paisagista) e Carmo (soluções em madeira).

Para o fundador da LARUS Pedro Martins Pereira, “a empresa pretende dotar as economias emergentes, como Angola, de competências aos níveis da evolução para soluções contemporâneas, da garantia de fatores de qualidade como a resistência às condições atmosféricas e ao uso, assim como da criação de equipamentos integrados em espaços que potenciem o desenvolvimento social e económico, a segurança e a sustentabilidade”.

A APD e as LasKasas, bem como a organização do Lisboa Design Show – Fil, agradecem a participação dos Designers no Concurso de Design Mobiliário APD/ LasKasas, que contou com uma forte demonstração da criatividade nacional, bem como ao júri deste concurso pela sua disponibilidade.

Os cinco projectos escolhidos que passarão para a 2ª fase deste concurso, ou seja, para a fase de maquetização são (por ordem alfabética dos seus autores):

Ana Rita Rodrigues Cabrita Leal da Silva, de Lisboa
Projecto Armário quadrado
Código C2L9S8 (1 e 2)

Ana João da Silva Pinto, de Matosinhos
Projecto  Mesa de Jantar com marcadores ilustrados
Código A3J3M4_2

Nádia Raquel Gonçalves Palma, de Oeiras
Projecto Lumen – móvel modular
Código 08NLG1

Ricardo Manuel Fernandes da Silva, de Braga
Projecto  Simplus – Mobiliário de interior para a sala de jantar.
Código S23BVT

Tiago Lopes de Almeida, de Queijas
Projecto Livreira
Código 44LIV

Estes Designers terão até dia 09 de Setembro para construir e enviar as maquetas para:
LASKASAS – Rua Alto do Facho, 576, Apartado 49, 4585-831 Rebordosa.
Todas as maquetas enviadas receberão o pagamento da ajuda de custo previamente estipulado, de onde serão escolhidos três projectos até dia 14 de Setembro. Os dois projectos não seleccionados receberão uma Menção Honrosa.

Estes projectos vencedores serão produzidos e expostos no ESPAÇO DESIGNERS no LXD – Lisboa Design Show de 11 a 16 de Outubro de 2011. Para o primeiro prémio, está ainda em jogo a possibilidade de integração do Designer vencedor num estágio profissional na empresa LasKasas. A entrega dos diplomas será efectuada a 16 de Outubro de 2011.

Veja aqui os projectos finalistas.


A LARUS, empresa portuguesa de mobiliário urbano, continua a afirmar-se internacionalmente no âmbito do Design de Produto.

No mais recente relatório divulgado pelo DME (Design Management Europe), Centro Europeu de Design e promotor do prémio anual europeu de Design (DME Award), a LARUS obteve uma classificação superior à média europeia e à média registada por empresas vencedoras do DME Award 2010.

A empresa portuguesa obteve o nível máximo de 4, enquanto os vencedores das edições do prémio europeu de Design registaram 3.5 e a média europeia, com um universo de 481 empresas, alcançou 2.1.

A LARUS encontra-se, deste modo, à frente das melhores empresas europeias na implementação do Design, enquanto um activo estratégico de gestão empresarial.

O relatório europeu avaliou cinco factores associados à gestão do Design – processos, percepção, especialização, capacidade de planeamento e recursos -, tendo a LARUS registado em todos a classificação máxima.

Na avaliação do comportamento da empresa na Gestão de Design, o DME adoptou quatro níveis de maturidade: 1 – Inexistência de Gestão de Design; 2 – Gestão de Design como projecto; 3 – Gestão de Design como função; 4 – Gestão de Design como Cultura.

Para Pedro Martins Pereira, fundador da LARUS, este resultado revela que “a investigação em design está no âmago da empresa, sendo um processo interdisciplinar e auxiliador no desenvolvimento de novos produtos com preocupações aos níveis ecológico, integração, respeito pelos espaços públicos, cidadania e democracia, procurando suscitar sentimentos nos utilizadores”. O Design na Larus “é naturalmente assumido em todas as vertentes – produto, comunicação, ambientes e gestão do design -, confluindo numa estratégia global da empresa”.

O gestor encara ainda esta avaliação como uma responsabilidade e defende que “o Design nacional tem a responsabilidade ética de participar no desafio de Portugal aumentar as exportações e reduzir a taxa de importação incorporada”.

Desde a produção do sistema de sinalética para a EXPO’98 e do mobiliário urbano para o Museu de Serralves, a Larus tem-se afirmado na redefinição do espaço público de cidades portuguesas e europeias, tendo sido distinguida internacionalmente com os prémios de referência ‘Red Dot’ (Mundial) e ‘DME Award’ (Europeu).


A FPGB – Consultoria e Design conquistou pela 2ª vez um Red Dot Design Award, considerado o mais prestigiado prémio internacional de design.

O júri internacional, composto por 15 especialistas, atribuiu esta distinção ao projecto desenvolvido para o Pavilhão de Portugal na Expo 2010 Shanghai.

O projecto premiado englobou o design de conteúdos expositivos do Pavilhão de Portugal assim como todas as peças de comunicação, embalagens e sinalética.

A edição deste ano do Red Dot contou com a participação de 6.468 projectos de 40 países. Este concurso é promovido na Alemanha desde 1954 pelo Design Zentrum Nordrhein Westfalen e este ano a cerimónia de entrega de prémios terá lugar na Konzerthaus de Berlim dia 7 de Outubro.

O Pavilhão de Portugal registou cerca de 5 milhões de visitantes durante a Expo 2010, a maior exposição mundial de sempre, subordinada ao tema “Melhores Cidades, Maior Qualidade de Vida”.

A Participação Portuguesa na Expo Shanghai foi coordenada pela Parque EXPO tendo como Comissário Geral Rolando Borges Martins.

Larus ganha Red Dot

A LARUS, marca portuguesa de mobiliário urbano, irá recebeu no dia 4 de Julho, o RED DOT, o maior prémio mundial de Design, no Essen’s Aalto Theater, na Alemanha.

Numa altura em que a empresa desenvolve a sua expansão internacional, esta distinção assume uma extrema importância ao nível do reconhecimento da qualidade e inovação dos seus projectos e produtos junto dos exigentes prescritores mundiais.

A competição internacional premiou a Linha +, uma colecção da autoria do arquitecto paisagista João Nunes que integra cinco equipamentos: papeleira, bebedouro, dissuasor, grelha para caldeiras de árvores, que acompanha o seu crescimento, e colunas de iluminação com painéis fotovoltaicos e tecnologia led.

As cidades de Madrid, Génova e Antuérpia já prescreveram a linha premiada com o RED DOT 2011 e, em breve, os novos equipamentos made in Portugal irão fazer parte da identidade das ruas e praças destas metrópoles.

A Larus obteve ainda nesta edição do RED DOT uma menção honrosa com a papeleira Tom, da autoria do gabinete interno da empresa. Embora recentemente desenvolvido, a Tom é já um produto com sucesso, prescrito para importantes projectos, nomeadamente a Cidade da Cultura da Galiza, em Santiago de Compostela e a cidade de Alessandria, em Itália.

O prémio deste ano junta-se a outros obtidos pela Larus nos últimos anos: Bienal Ibero-Americana’ 2010; DME Award’ 2010; Prémio Nacional Sena da Silva’ 2009; Red Dot’ 2008; Hall of Fame’2007.

para mais informações:
http://en.red-dot.org/2839.html?&cHash=6081524dcc8e8b319e133eedd6590eb6&detail=7887
http://en.red-dot.org/2839.html?&cHash=a3f157257d9c815839472f5987ce99f2&detail=7886

A APD – ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA DE DESIGNERS JUNTAMENTE COM A ASSOCIAÇÃO FACE TO FACE ESTÁ A ORGANIZAR A FACE TO FACE: 11ª CONFERÊNCIA INTERNACIONAL DE DESIGN: PORTUGAL ENCONTRA ALEMANHA.

A conferência Face to Face é uma conferência de design que une de forma constante clientes e profissionais de design no mesmo palco, desde 2001. Juntos apresentam os processos e métodos de trabalho a uma vasta audiência mundial, apresentando projectos de design, arquitectura e empreendedorismo. Todos os anos existe um país diferente como parceiro e este ano é a vez de Portugal. Este evento apresenta-se da maior pertinência dada a importância da divulgação de projectos nacionais
que se impõe nos dias de hoje.

Este importante evento que junta especialistas em design e os seus clientes da indústria, serviços e comércio, terá lugar nos dias 25 e 26 de Novembro em Ludwigsburg (perto de Estugarda) Alemanha – cidade do cinema, media e design.

A conferência dirige-se a profissionais que iniciam e gerem processos de design. Com o mote “In dialogue we trust”, empresários e designers discutem projectos de design e pretendem estimular a economia.

Desde 2001, mais de 500 oradores de mais de 10 países já apresentaram os seus projectos neste evento.

Pretende-se que, em cerca de 20 minutos, o designer e o cliente apresentem o projecto desenvolvido numa das áreas do design (da concepção à sua realização).

MEDIA PARTNERS/ PARCERIAS JÁ CONFIRMADAS:

  • German Design Council,
  • AGD Alliance of German Designers,
  • VDID Verband deutscher Industrie-Designer (Associação de Designers
  • Industriais Alemã),
  • Municipality of Ludwigsburg,
  • Novum (Revista de referência de Design Gráfico),
  • Design Report (Revista de referência de Design),
  • Page (Revista de referência de Design Gráfico),
  • Plot Magazine, Slanted, DMIG.

BENEFÍCIOS PARA OS PARTICIPANTES:

  • Os designers/ empresas podem enviar os seus logótipos (versão monocromática) para utilização nos materiais promocionais da conferência (site e programa impresso).
  • A organização oferece-se para uma eventual distribuição de folhetos ou pequenos materiais promocionais à audiência.
  • Existirá a possibilidade de sponsors seleccionados disporem de um stand informativo.

CUSTOS A CARGO DAS EMPRESAS PARTICIPANTES:

  • Gastos de estadia para cliente + designer (estima-se quarto duplo em cerca de 100-120 € por noite)
  • Gastos de deslocação para cliente + designer (estima-se voo em cerca de 250 € por pessoa)
  • Custos pessoais/ alimentação
  • Taxa de participação de 150 € (por equipa)

APÓS CONFIRMAÇÃO DE PRESENÇA, NECESSITAREMOS DO SEGUINTE MATERIAL:

  • Nomes das empresas/ atelier
  • Nomes e funções dos oradores em cada empresa/ atelier
  • Títulos e subtítulos de cada apresentação
  • Categorias a que cada apresentação pertence (aconselharemos mediante característica da empresa/ projecto)

MAIS INFORMAÇÕES:

Ana Roncha
933 428 805
ana.roncha@apdesigners.org.pt

AVISO AOS PARTICIPANTES: Devido ao elevado tráfego o nosso servidor tem tido alguns problemas. Assim, devido a esta nossa falha técnica, o prazo de entrega via e-mail dos trabalhos é extendido até à meia noite de dia 28 de Julho.

A APD e a LASKASAS INTERIORES, lançam um Concurso Design a nível nacional, para a produção de mobiliário de interior (para sala comum ou de jantar), que resulta na produção e financiamento da exposição no ESPAÇO DESIGNERS no LXD – Lisboa Design Show, de três projectos vencedores.

Como primeiro prémio, a empresa LASKASAS oferece ainda a possibilidade de integração do Designer vencedor num estágio profissional, dando apoio assim também na formação e integração profissional dos jovens Designers.

A data limite de participação é 25 de Julho e a entrega de prémios e diplomas terá lugar no dia 15 de Outubro, no ESPAÇO DESIGNERS do LXD 2011.

Consulta o regulamento aqui.

Para mais informações:
info@apdesigners.org.pt

t-shirt oficial sumol summer fest 2011Após deliberação o jurí decidiu classificar como vencedoras as propostas apresentada pôr:

1º lugar - Nuno da Silva
2º lugar – Ana Amaro
3º lugar - Vitor Glória

Foram ainda considerados finalistas os trabalhos com os códigos alfanuméricos:
- 1978FC
- BS2011
- N0J0S2
- G15E31
- HOL2M1
- TKI77A
- G9DBXT

Estes restantes finalistas irão receber 1 bilhete individual para 1 dia do Festival Sumol Summer Fest.

De 21 Maio a 05 Junho

Mais informações em http://www.cig-chaumont.com/festival-2011/index-fr.html

« Older entries